Notícias - Notícias

Devido às altas temperaturas, amamentação exige cuidados redobrados

Devido às altas temperaturas, amamentação exige cuidados redobrados

Por EME Equipment em 24/01/2019

Em razão das altas temperaturas, os cuidados com a hidratação devem ser redobrados. Homens, mulheres, crianças, idosos, seja de qualquer idade, precisam estar atentos a possíveis problemas que o forte calor possa causar. Para as lactantes, em especial, esta época do ano exige atenção especial para manter a saúde da mãe e da criança em ótimas condições. Uma especialista em amamentação ouvida por A Tribuna On-line dá dicas e orientações sobre o que fazer.

Mulheres que estão em fase de amamentação de seus filhos devem ficar atentas no que diz respeito à hidratação. A falta de líquido no corpo pode ocasionar a baixa produção do leite materno e, consequentemente, o leite pode não ser suficiente para nutrir a criança.

“O perigo da desidratação na mulher é que, certamente, repercutirá em seu filho. Com falta de líquido no corpo, sua produção de leite também baixará. Com isso, o leite poderá não ser suficiente para hidratar e nem nutrir seu bebê”, explica a enfermeira especialista em amamentação, Sandra Abreu.

Sandra, que atua no grupo Anjos do Leite, esclarece que os sinais de desidratação da criança em fase de amamentação podem ser notados por meio do comportamento e sinais físicos. “A desidratação no recém-nascido o deixará muito prostrado ou muito agitado, confuso. Os sinais são: moleira afundada, bebê descorado e ausência de urina por mais de 6 horas. E, quando há urina, fica concentrada, escura e com odor forte”.

A recomendação é que lactantes consumam três litros de água por dia, mas, no verão, a quantidade aumenta, devendo ser ingeridos de três a cinco litros. Além disso, é necessário observar os sinais que o corpo da lactante apresenta, devendo beber líquidos sempre que sentir sede.

Para atingir a quantidade de água necessária, a lactante pode investir em outros líquidos para se manter hidratada. “Além de se hidratar muito com água, a lactante tem de tomar chá gelado, água de coco, suco de uva natural. Isso tudo ajuda a produzir ainda mais leite”, exemplifica Sandra.

Outra recomendação é que crianças que se alimentam exclusivamente do leite materno não devem ingerir outros líquidos, como água e chás, pois o leite possui todos os nutrientes necessários.

Por fim, a enfermeira aconselha a amamentação em qualquer horário que a criança sentir necessidade. “É importante, também, oferecer o peito em livre demanda, e não impor horários, porque, muitas vezes, o bebê vai querer mamar apenas por sede e, depois de pouco tempo, por fome”.

Fonte: https://glo.bo/2S1tAZ6

Gostou desse artigo? Clique no botão a seguir e se inscreva para receber semanalmente artigos relacionados à amamentação e dicas para mães.

Quero saber mais sobre amamentação

Matern Milk e a EME Equipment apoiam o aleitamento materno.

Aproveite para seguir nossa página no Facebook Instagram.

Compartilhar essa publicação
Comentar essa publicação

Assine nossa newsletter

Digite seu e-mail e receba notícias e novidades

Categorias

Encontre um representante

e solicite seu orçamento