Notícias - Amamentação

Benefícios e conselhos sobre a amamentação

Benefícios e conselhos sobre a amamentação

Por EME Equipment em 02/07/2018

Amamentar seu bebê traz uma série de benefícios. O leite materno contém minerais e nutrientes que ajudarão seu pequeno a crescer. Ele também diminui as chances de:

  • Infecções no ouvido

  • Alergias

  • Eczema

  • Asma

  • Vômitos

  • Diarreia

  • Pneumonia

  • Diabetes juvenil

  • Obesidade na adolescência e idade adulta

  • Síndrome da Morte Súbita Infantil (SMSI)

Alguns estudos afirmam que o leite materno também ajuda no desenvolvimento saudável do cérebro de seu bebê.

Quais são os benefícios da amamentação para mim?

O bebê recém-nascido não é o único beneficiado, a mãe também se beneficia com a amamentação. Amamentar fortalece o laço entre mãe e bebê, pois estimula a liberação de ocitocina, o “hormônio do amor”, que também ajuda o útero a voltar a seu tamanho antes da gravidez. O leite materno é conveniente, não requer preparação e está sempre disponível. Outra vantagem: a amamentação pode diminuir o risco de desenvolvimento do câncer de mama, câncer de ovário e diabetes tipo 2.

A amamentação também pode ajudá-la a perder o peso ganho durante a gravidez, pois usa parte da gordura acumulada durante esse período. Assim, você perde peso no lugar certo para o seu corpo. Porém, não se preocupe se seu peso não diminuir rapidamente, pois seu corpo vai precisar da gordura conforme seu bebê cresce e demanda mais leite.

Como amamentar?

Após seu bebê nascer, abrace-o diretamente em contato com sua pele. Isso estimulará o reflexo que faz com que seu bebê mame. Experimente segurar o peito com uma das mãos e tocar o lábio inferior do bebê com seu mamilo. Se ele bocejar ou abrir a boca, traga-o para perto de você e tente posicionar o mamilo em direção ao céu da boca do bebê. Traga o bebê para seu peito e não o oposto. Veja outras dicas valiosas para sua primeira experiência amamentando.

Bebês recém-nascidos podem mamar de 10 a 15 minutos em cada peito. Talvez seu bebê só queira mamar um seio, talvez ele queira mamar nos dois. Quando o bebê soltar o peito, ofereça o outro para verificar se ele ainda está com fome. Se não estiver, você pode começar a próxima mamada no peito que não usou. Experimente diferentes posições de amamentação para encontrar a mais confortável para você e seu bebê.

Qual é a aparência do leite materno normal?

Nos primeiros dias da amamentação, você poderá notar que seu leite é uma substância espessa e amarelada. Não se preocupe, pois isso é perfeitamente normal. Nesse estágio você produz o chamado colostro, que é a primeira refeição de seu bebê e também sua primeira imunização contra doenças. Nesse estágio, a quantidade de colostro que caberá no estômago do seu bebê é correspondente a uma colher de chá de líquido, portanto, seu bebê não precisará de muito para ficar satisfeito.

De dois a cinco dias depois do nascimento de seu bebê, você notará que o leite materno se torna mais cremoso. Esse leite é produzido na transição do colostro para o leite maduro. O leite materno maduro começa a ser produzido dias após o nascimento de seu bebê e entra em produção completa no final da segunda semana. O leite maduro é mais claro e ralo do que o colostro, e no início – chamado leite anterior – é semelhante ao leite desnatado, mas ele fica mais cremoso ao longo da mamada, ou seja, é o leite posterior.

Como saber se meu bebê está com fome?

Tempo também é importante quando falamos de amamentação. O choro do bebê é um sinal tardio de fome, que talvez dificulte a pega. Fique atenta se notar os seguintes sinais que são normalmente relacionados com a fome:

  • o bebê está alerta

  • mexe os braços

  • fecha as mãos

  • coloca as mãos na boca

  • faz movimentos de sucção com a boca

  • mexe a cabeça

  • busca o peito quando está no seu colo

Quando seu bebê estiver satisfeito, provavelmente fechará os olhos e relaxará os braços e as pernas.

Com que frequência devo amamentar?

Muitos especialistas sugerem que você deixe que seu bebê decida. Não se surpreenda se ele quiser mamar de hora em hora nos primeiros dias. Isso ajuda a estimular a produção de leite, que se tornará sob medida para a necessidade de amamentação de seu recém-nascido. Na medida que a amamentação se estabelece, você notará que a fome de seu bebê será menos frequente, significando que talvez você só precise amamentar a cada 2 ou 3 horas, ou de 8 a 12 vezes por dia.

Como saber se meu bebê está mamando o suficiente?

Talvez você esteja se perguntando se seu bebê está mamando o suficiente. Se escutar o bebê engolindo durante a mamada, você saberá que ele está recebendo o leite. Se ele dormir após a mamada, muitas vezes isso significa que ele está satisfeito. Alguns sinais de que seu bebê está mamando o suficiente são se:

  • Ele produzir cerca de seis fraldas com urina e de duas a cinco com fezes por dia, até aproximadamente 6 semanas de vida

  • Sua urina estiver clara, não muito amarela e com odor forte

  • Você sentir que seu peito está vazio após cada mamada

  • As fezes não estiverem duras e secas

  • O bebê para de chorar após a mamada

O que se pode ou não fazer na amamentação?

Talvez você tenha dúvidas sobre o que pode ou não fazer enquanto estiver amamentando, ou se precisa de uma dieta de amamentação especial para garantir que seu bebê esteja recebendo todos os nutrientes que precisa. Enquanto estiver amamentando, busque:

  • Ingerir de 450 a 500 calorias a mais por dia para produzir leite suficiente.

  • Comer peixes ou frutos do mar três vezes por semana, mas evite peixes com altos níveis de mercúrio ou poluentes, tais como peixe-espada, cavala e tubarão.

  • Se houver recomendação médica, tome um multivitamínico.

  • Beba bastante líquido Beba pouca cafeína nos primeiros dias de vida do bebê,

  • Espere pelo menos duas horas após beber bebidas alcoólicas antes de amamentar.

  • Beba somente em pequenas quantidades, não mais do que dois copos por dia.

  • Sempre pergunte a seu médico antes de tomar medicamentos enquanto amamenta. A maioria dos medicamentos é segura, mas alguns podem ser passados em pequenas doses para o bebê pelo leite.

  • Evite fumar, pois não só a nicotina é passada pelo leite para seu bebê, mas o fumo passivo pode prejudicar o bebê, além de diminuir a produção do leite.

  • Fale com seu médico se quiser saber sobre opções de contracepção que podem ser usadas durante a amamentação.

O que eu preciso saber sobre a ordenha do leite materno com bomba?

A produção do leite materno é baseada na oferta e demanda, portanto, quanto mais você amamentar ou bombear o leite, mais leite produzirá. A ordenha com bomba pode ajudar se você estiver voltando a trabalhar e ainda quiser amamentar, ou se você quiser manter a produção quando seu bebê não quiser mamar. Aqui estão algumas dicas para fazer a ordenha com bomba:

  • Relaxe. O estresse pode reduzir a quantia de leite produzida, então busque um lugar tranquilo e silencioso para a ordenha.

  • Bombeie com frequência. Isso fará com que sua produção se mantenha alta. Você pode até ordenhar os dois peitos ao mesmo tempo.

  • Alimente seu bebê sob demanda. Se você notar que seu bebê está com fome, amamente. Isso também auxiliará a produção para a ordenha com bomba.

  • Beba líquidos com frequência.

  • Tente bombear após as mamadas. Após a mamada, bombeie do peito que não foi usado. De manhã a produção costuma ser mais alta, o que facilita a ordenha.

Por quanto tempo devo amamentar?

Profissionais da saúde recomendam a amamentação exclusiva de seu bebê até os seis meses de vida. Depois você pode começar a introduzir uma dieta mais variada, acrescentando sólidos à amamentação até seu bebê completar um ano. Não há um tempo pré-definido para parar de amamentar – é uma escolha que será única para você e seu bebê. Quando você estiver pronta para desmamar, leia nossos conselhos sobre o desmame.

Há outros fatores que podem me ajudar com a amamentação?

Talvez você precise de ajuda para começar, principalmente se for sua primeira vez amamentando, o que é absolutamente normal. Abaixo, algumas dicas de como tornar a amamentação mais fácil:

  • Não tenha medo de pedir ajuda. Na primeira vez que amamentar seu bebê, peça ajuda. Uma enfermeira da maternidade ou consultora de amamentação poderão ajudá-la a encontrar a melhor posição de amamentação para seu recém-nascido e ajudá-lo a chegar à pega correta.

  • Considere deixar o bebê dormir no seu quarto. Pelos primeiros meses pode ser mais conveniente para você deixar que o bebê fique em seu quarto, no moisés ou bercinho, para que você possa amamentá-lo com mais facilidade quando estiver com fome.

  • Tente não dar a chupeta muito cedo. Talvez você tenha que esperar para dar a chupeta a seu bebê, pois se der muito cedo, ela poderá interferir com a amamentação devido ao movimento de sucção, que é diferente do usado no peito. Especialistas recomendam dar a chupeta somente depois de a amamentação estar bem estabelecida, geralmente depois de três ou quatro semanas de vida.

  • Cuide de seus mamilos. Deixe o leite secar naturalmente em seus mamilos, pois isso ajuda a curar possíveis irritações. Se você não tiver tempo, seque gentilmente com leves toques. Use protetores em seu sutiã para evitar vazamentos e não se esqueça de trocá-los com frequência. Quando estiver tomando banho, evite o contato de sabonetes ou shampoo com seus mamilos. Se estiver sofrendo de mamilos ressecados e rachados, você pode usar lanolina purificada após cada mamada para acalmar a irritação e manter a hidratação da área. Muitos especialistas também recomendam tomar banhos de sol para ajudar na cicatrização. Consulte seu médico se notar sinais ou sintomas de mastite, que podem parecer com sintomas de gripe e causam dor nos peitos.

fonte- https://goo.gl/CFbwbu

Aproveite para seguir nossa página no Facebook Instagram.

Compartilhar essa publicação
Comentar essa publicação

Assine nossa newsletter

Digite seu e-mail e receba notícias e novidades

Categorias

Encontre um representante

e solicite seu orçamento